Escolha o Caminho

Esse post faz parte da Blogagem Coletiva 52 Semanas de Gratidão da Elaine Gaspareto


Todos nós sabemos que a vida é uma caminhada. Muitas vezes longa, outras vezes curta demais. E como não somos donos da vida, não temos com antever a sua duração.
Tambem  sabemos que durante a nossa caminhada que é a vida, encontramos diversas portas. 
A dúvida é: qual a porta que devemos entrar? Dizem que em nós existe uma consciência que funciona como uma bussola e que ela aponta direitinho através da nossa intuição. E eu pessoalmente acredito nisso.
Muitas das vezes não damos ouvidos às nossas intuições.
Entrar por certas portas dá trabalho, exige esforço e muitas das vezes gostamos das coisas mais fáceis.
Eu estou escrevendo tudo isso porque por alguns tempos me deixei levar pelo desanimo, sendo que a minha consciência me dizia a todo momento que estava errada.
Não temos como modificar o mundo e nem as situações que nos rodeia. Mas podemos fazer a nossa parte.
Sempre sempre estou lembrando das 52 semanas de gratidão.
Não me faltou assunto, graças a Deus não. Pois no dia que me faltar motivos pra ser grata posso dizer que estou intimamente morta.
Nunca irei esquecer que exercendo a gratidão sincera no coração, a certeza que uma mão amiga conduz a minha vida que consegui muita coisa nessa minha vida. Mãos que me carregaram nos braços quando mais precisei, mãos que me indicaram caminhos para seguir quando um dia me encontrava nas encruzilhadas da vida sem saber que rumo tomar.
Nesta semana vi uns vídeos da Paty Pegorin cujo tema é a Gratidão. Nos meus ouvidos era como se fosse um chamado para as 52semanasdegratidão.
Porque realmente A Gratidão transforma vidas.
Existe uma Mão Invisivel que podemos ve-la com o coração que nos ajuda a carregar os fardos pesados da vida.
Basta apenas a gente decidir que caminho seguir.
Caminho da inercia?
Caminho do desanimo?
Caminho da incerteza?
Ou o caminho do trabalho, mesmo que ele não esteja dando frutos, mas a certeza do dever cumprido?
Gente! eu trabalho com emprego a 22 anos. Eu trabalho com um produto que quase não existe no mercado.
E no entanto nunca nos faltou o necessário para seguir nessa minha caminhada.
O universo trabalha a meu favor, porque mesmo bom ou ruim eu abro as minhas portas todos os dias.
Seja grato de coração pelo pouco que você tem pois muitos por aí não possuem nada.
As dificuldades existem, os problemas existem, mas quando menos espera você passou por eles que nem sentiu.

Esse post faz parte da Blogagem Coletiva 52 Semanas de Gratidão da Elaine Gaspareto

2 comentários:

  1. Olá querida!
    Muito linda sua reflexão. Concordo com você e sinto a mesma coisa por aqui.
    Quando faço as coisas de coração, quando a gratidão está presente, não falta o essencial
    Beijos e uma ótima semana

    ResponderExcluir
  2. O que importa é o essencial.
    Uma linda semana.
    www.lugaresdicasecuriosidades.com

    ResponderExcluir

Seja Bem vindo (a) ao meu blog!