sexta-feira, 1 de setembro de 2017

Desânimo, depressão ou preguiça?

Esse post faz parte da Blogagem Coletiva #52semanasdegratidão da Elaine Gaspareto.


E foi assim que de repente me vi, eu de mim pra mim mesma (alguém sabe ou conhece essa expressão)?
Com tantos problemas que existem pelo mundo afora me aparece uma vontade de não fazer mais nada! 
Credo!
Talvez aquela bagunça lá pros lados da câmara e do senado, aquele chove e não molha, e eu de olhar grudado na TV, fiquei pra lá de abestalhada!
Parece que carregaram as minhas energias e me deixaram só o pó.
Já viajei! Já fui e já voltei e nada!
E mais um pouco me pergunto.
Será o benedito?
Que será isso?
Desanimo?
Depressão?
Preguiça?
Ou os três juntos?
Sabe-se lá, porque o ser humano é assim : uma incógnita. Aliás nem só os humanos, porque também os animais passam por esses momentos.
E porque não dizer as plantas também.
Quem tem olhos de ver que veja.
Não vou dizer que meu estado melancólico se foi porque aí estarei mentindo pra mim mesma.
Mas a vida ensinou-me Graças a Deus a reconhecer que somos meros mortais.
As vezes tristes, as vezes alegres.
E a vida segue!
Graças a Deus
Graças mil vezes a Deus!
Precisamos reagir a esses, ocupar o tempo.
Feliz daquele que não tem um motivo concreto para se sentir triste, ou infeliz, ou desanimado porque tem muita gente por esse mundo de Deus que realmente carrega consigo problemas sérios de verdade.
E eu agradeço a Deus, de coração pela capacidade que me deu de reagir.

Esse post faz parte da Blogagem Coletiva #52semanasdegratidão da Elaine Gaspareto.








7 comentários:

  1. Todos nós estamos cansados, saturados dessa bandalheira toda na política e tantas outras coisas que vemos, por ai, mas ainda bem sabemos reagir e não nos entregar! Belo motivo de gratidão! bjs, chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Chica! Obrigada pela visita e pelo seu comentário.Realmente toda essa confusão nos deixa desnorteados e se brincarmos acabam com as nossas esperanças. Mas sabemos que nessas horas tão infelizes, para o nosso próprio bem devemos fazer um esforço e não enterrar nossas cabeças e sonhos.
      Um grande abraço!

      Excluir
  2. Maria, eu tive uma amiga que foi proibida pelo médico de ver telejornal. Ela entrou mesmo em um quadro deprecivo por conta de ver tanta notícia ruim. A gente tem mesmo que se proteger, senão não suporta o peso que alguns dias trazem...
    Te cuida, menina.
    beijosss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Elaine! Obrigada pela visita e pelas suas sábias palavras. Creio que cheguei a esse ponto também. A gente pensa que é muito forte, mas não é. Essa esculhambação e esse vai e não vai deixa a cabeça da gente parecendo pano velho de limpar o chão. Mas, sabemos que devemos reagir. Para o nosso próprio bem. Afinal se não cuidarmos de nós mesmos aí sim estamos perdidos.
      Obrigada
      Grande abraço!

      Excluir
  3. OI Maria de Lourdes, às vezes ficamos tristes, mas a depressão é algo bem sério e não sabemos bem o que liga e desliga esse botão. Ter a capacidade de reação é um grade motivo para ser grata.

    Eu também estou participando da BC da Elaine com este post, caso você queira me visitar fique à vontade: http://inventandocomamamae.blogspot.com.br/2017/09/a-semana-35-de-2017-uma-simples-semana.html

    beijos
    Chris

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Chris!
      É verdade. A gente batalha uma vida inteira, e de repente quando menos se espera parece que vai cair num poço sem fundo. Mas a nossa fé nos diz que nem só de pão vive o homem. Que as leis dos homens são falhas, mas as de Deus são infalíveis. E com essa certeza acordei para me cuidar e não cair em depressão.
      Obrigada pela visita
      Grande abraço!

      Excluir
  4. Emedelu:
    Que bom reconhecer e reagir!
    Uma ótima semana.

    ResponderExcluir

Seja Bem vindo (a) ao meu blog!