sábado, 11 de março de 2017

Não se desespere diante do desemprego

Esse post faz parte da Blogagem Coletiva #52semanasdegratidão da Elaine Gaspareto.



Quantos foram os que perderam os seus empregos? Não sabemos ao certo. 
Quantos são os que se encontram na expectativa de uma resposta depois de longas caminhadas em busca de emprego?
Quantos são os que nos fim de semana colecionam anúncios em jornais para na próxima semana iniciar a maratona em busca do tão necessário emprego?
Emprego para uns é a máquina que promove o desenvolvimento pessoal, da família, da cidade, do estado e de um país.
Emprego para outros é também a necessidade de se manter em movimento, de se sentir útil, é a melhor terapia que existe para o cérebro.
Muitos negligenciam em atividades que lhes foram confiadas e agora se debatem com as sombras do desemprego.
Outros por motivos de contenção de despesas tornaram-se desempregados.
E como isso dói!


Um certo tempo atras fui demitida do meu emprego por contenção de despesas. E como foi triste pra mim.
Eu amava o meu trabalho. Nunca faltei, nunca tive um atraso, mas um certo dia, em conjunto com outros recebi o aviso:
Por motivos de contenção de despesas estamos demitindo. Aquilo foi um choque. Entrei no vestiário e chorei todas as lagrimas que não pude chorar no departamento pessoal.
E as lágrimas que restaram as chorei em casa.
A noite, acordava, para me certificar que não estava sonhando.
Foi muito ruim esse período, mas como tudo na vida passa esse também passou.


Hoje tenho a minha própria empresa. Cujo oficio é intermediar emprego para as pessoas. Deus na sua infinita bondade e misericórdia me abençoou porque sempre honrei os poucos empregos que tive na vida.
Mas as ofertas de emprego são cada dia mais escassas. E sinto como é terrível essa busca e como é doloroso os NÃOS que recebemos.
E para quem está nessa batalha em busca de uma recolocação, digo que não desanime. Nós temos dentro de nós as forças necessárias para enfrentar as batalhas da vida.
É preciso ser otimista, mesmo em tempos de crise. mesmo que falte o necessário. Nas entrevistas de emprego não pode e nem deve transmitir desanimo. Agradecer pela oportunidade de poder acordar todos os dias, de poder se locomover enquanto muitos não podem faze-lo.
Muitas vezes os NÃOS que recebemos pela vida a fora vão lapidando nossa alma e nossos comportamentos e quem sabe nos tornamos mais humildes, ou mais responsáveis, ou mais comprometidos.
As nossas necessidades materiais não são as únicas do mundo, as contas que ficaram sem pagar não devem travar o nosso intelecto porque precisamos continuar andando e infelizmente o mundo não dá muita atenção pra quem enterra a cabeça no chão.
Quando iniciei as minhas atividades como empresa a 21 anos atras decidi que trabalharia com todos os tipos de vagas. Não me prenderia a um só segmento.
Agradeço a Deus por ter me dado essa visão. E é ela que hoje me mantem no mercado trabalhando.
Mas, não é fácil. Principalmente em dias tão difíceis. É uma luta que se renova a cada dia, que exige perseverança e estudo. E nada disso poderia acontecer se não existisse a Gratidão. Gratidão a Deus por tudo que me é dado como empréstimo, inclusive a própria vida. Gratidão a cada pessoa que conheço. Gratidão a cada cliente que nos procura. Gratidão a cada cliente que retorna. 
Gratidão pela certeza de que se hoje deduzi que não foi um dia produtivo é porque não aprendi a desenvolver olhos que me dariam a visão para enxergar além do material.
O além do material, é quem nos dá forças e alegrias nas lutas diárias. 



Esse post faz parte da Blogagem Coletiva #52semanasdegratidão da Elaine Gaspareto.



15 comentários:

  1. Realmente o desemprego anda grande e quem pode ser o seu próprio patrão só pode agradecer! Lindo texto! bjs, chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Chica!Está realmente muito complicada essa situação para todos nós.
      Abraços

      Excluir
  2. Maria de Lourdes, amei seu post! Eu sou grata a Deus por ter meu trabalho, o qual consegui através dos meus esforços há 32 anos atrás.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Isabel!
      Parabens pela sua luta! isso nos reconforta!
      Abraços

      Excluir
  3. Boa tarde, querida Maria de Lourdes!
    A cada não dos homens, um sim divino nos vem... isso é bem certo!
    Vc vencerá ainda mais, creia!
    Bjm muito fraterno

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Roselia!
      Estive meia doente, e só agora pude responder. Obrigada Querida!
      Abraços

      Excluir
  4. Maria:
    Certamente estar desempregada deve ser bem difícil, mas persistir é preciso. Ainda bem que com teu talento conseguisses organizar algo prá ti. Uma semana ótima.
    bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Sonia!
      Nem foi possivel responder em tempo hábil, mas agradeço pela palavras e pela visita!
      Abraços

      Excluir
  5. Todos os dias, pelo menos uma pessoa entra na nossa loja só para pedir emprego. Triste não poder contratar. É muita gente por aí sem ter o que fazer, sei bem como é difícil. Você tem um belo ofício!

    ResponderExcluir
  6. O desemprego nos desanima,mas é preciso continuar a caminhada mesmo com tropeços,quedas.
    Levantar e seguir em frente sempre.
    bjo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Adriana!
      Isso mesmo. Desanimar não nos levará alugar nenhum.
      Abraços

      Excluir
  7. Querida Maria de Lourdes. A dignificação oriunda do trabalho é uma benção para aqueles que laboram com amor e dedicação, e depositam aí sua gratidão. Poder produzir diariamente e ver o fruto deste trabalho transformado em cuidados para si e sua família é o que todos nós buscamos. Parabéns pelo seu trabalho que procura levar isto a tantas pessoas. Que Deus lhe abençoe. Um abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Maria!
      Pelo menos temos boas ações para apresentar a Deus não é?
      Grande abraço!

      Excluir
  8. Amei o texto! Muitas verdades e a realidade atual embutida. Meu marido perdeu seu emprego em outubro último. Graças a Deus conseguiu aposentar-se, mas quer continuar trabalhando e está estudando para isso. O bom é que tem tido tempo para fazê-lo. Boa semana. Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Quel!
      Graças a Deus conseguiu resolver porque não está fácil para muitos.
      Abraços

      Excluir

Seja Bem vindo (a) ao meu blog!