Religiões " Meu Ponto de Vista" 2ª Parte

16:06:00 Maria de Lourdes 0 Comments

Eu era a propria resposta na ponta da língua em pessoa. Quando alguém dizia:
- Nossa você está afastada por quê?
Eu respondia na bucha:
Escuta aqui! Você está aprendendo aí pra que? Pra usar seus conhecimentos na vida dos outros? Cuide da sua evolução que eu cuido da minha.
Esta era eu. 
Até que um dia alguém muito sabiamente, com uma palavra só me convenceu e eu deixei de medir as religiões pelos seus dirigentes ou adeptos.
Entendi que devemos nos espelhar em Jesus, em Deus, no amor, na solidariedade, na fraternidade, na humildade, na simplicidade, na resignação, na tolerância, como queiram chamar porque o homem é como nós cheio de imperfeições.
Quando parei para analisar a sabedoria dessas palavras, deixei de criticar as religiões.
Não devemos criar ídolos, para que as decepções não estraguem a nossa caminhada.
E também o ato de atirar pedras nos outros é da nossa própria evolução, e ninguém nasce santo ou anjo. 
Vamos aprendendo de cada vez e cada um tem a sua experiência.
Se Deus não existe, experimente um dia da sua vida, atravessar um idoso num farol, ou experimente entrar em um desses hospitais públicos onde muitos enfermos estão lá acamados esperando que uma mão amiga apareça para lhe servir o alimento que está ali do lado e ele não tem forças para pegar o prato e a colher. Faça isto e experimente a sensação que invadirá o seu ser. Experimente visitar um idoso que você nunca viu, mas que está jogado lá em um asilo desprezado pela família, abrace um sem sorte na vida, dê uma palavra de reconforto para quem está no fundo do poço das amarguras.E experimente esta sensação que nada neste mundo pode produzir, experimente como você se sente gratificado só pelo fato de poder ajudar a alguém que está em apuros.
È isto que vai lhe trazer equilíbrio.
E diante do muito que podemos fazer não pense você que está fazendo uma caridade porque você está ajudando nada mais nada menos do que a você mesmo.
Seu problema de saúde melhora, sua situação de desconforto na família ou com os amigos amenizam, seus negócios prosperam e depois que você encontrar este caminho vai entender que não vale a pena julgar este mundo tão desumano e as religiões por serem fruto dos homens são tão imperfeitas como o próprio homem.
A minha ficha caiu. 
Parei de criticar e isto não quer dizer que sou um ser evoluído pois não sou mesmo.
Tenho a minha religião é bem verdade, estudei todos os cursos que existem dentro da minha doutrina, mas isto não me coloca acima de quem quer que seja. Ao contrário se tive a oportunidade do estudo deve ser porque sou mais devedora.

Não será a religião que irá me abrir as portas do céu, como dizem, mas as minhas atitudes o meu trabalho em função de um mundo melhor. Aprender a quebrar o orgulho, a vaidade, e tudo é um exercício que pode levar anos.

0 comentários:

Seja Bem vindo (a) ao meu blog!

About